Assine nosso site

Receba nossas publicações em seu email.

Junte-se a 8.541 outros assinantes

Estudo da quinta feira. Semana 6: Aprendendo a perdoar

QUER RECEBER ARTIGOS INFORMATIVOS, ESTUDOS BÍBLICOS, REFLEXÕES, SERMÕES E CURSOS GRATUITOS TODA SEMANA EM SEU WHATSAP?

Entre no grupo do Professor Josias Moura agora e receba todos estes recursos gratuitamente.

Semana 6: Aprendendo a perdoar

Textos-chave: Mateus 18:21-35, Efésios 4:31-32, Colossenses 3:13

Introdução: 

O perdão é uma das virtudes mais importantes que Deus nos ensina na Bíblia. Ele nos perdoou de todos os nossos pecados por meio de Jesus Cristo, e nos pede que façamos o mesmo com os nossos semelhantes. Mas o que significa perdoar? Como podemos perdoar alguém que nos machucou profundamente? Qual é o benefício de perdoar? Vamos ver o que a Palavra de Deus diz sobre esse assunto.

Desenvolvimento:

O que é o perdão? 

O perdão é uma decisão de não guardar rancor, ressentimento ou vingança contra alguém que nos ofendeu. É uma atitude de amor, misericórdia e graça que reflete o caráter de Deus. O perdão não significa negar ou minimizar o mal que sofremos, mas sim renunciar ao direito de retribuir o mal com o mal. O perdão também não significa esquecer ou fingir que nada aconteceu, mas sim lembrar sem amargura ou ódio. O perdão é um processo que envolve reconhecer a ofensa, expressar a dor, liberar o ofensor e restaurar o relacionamento (se possível).

Por que é tão importante perdoar? Perdoar é importante por várias razões:

Perdoar é um mandamento de Deus. Jesus nos ensinou a orar: “Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores” (Mateus 6:12). Ele também disse: “Se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará; se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas” (Mateus 6:14-15). Paulo também nos exorta: “Sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo, vos perdoou” (Efésios 4:32).

Perdoar é um ato de obediência e adoração a Deus. Quando perdoamos, estamos reconhecendo que Deus é o juiz supremo e que Ele fará justiça no tempo certo. Estamos confiando na Sua soberania e bondade, e honrando o Seu nome. Estamos também imitando o Seu exemplo, pois Ele nos amou e nos perdoou primeiro (1 João 4:19).

Perdoar é um benefício para nós mesmos. Quando perdoamos, estamos libertando-nos do peso da mágoa, da amargura e da ira que nos consomem e nos afastam de Deus e dos outros. Estamos também abrindo espaço para a cura, a paz e a alegria em nosso coração. Estudos científicos mostram que o perdão melhora a nossa saúde física, mental e emocional.

Perdoar é um testemunho para os outros. Quando perdoamos, estamos demonstrando o amor de Deus ao mundo. Estamos mostrando que somos diferentes daqueles que retribuem o mal com o mal, e que temos uma esperança maior do que as circunstâncias. Estamos também dando um exemplo para os outros seguirem, e abrindo uma oportunidade para compartilhar o evangelho.

Quais são as barreiras para o perdão? Algumas das barreiras mais comuns para o perdão são:

O orgulho. Muitas vezes, não queremos perdoar porque achamos que isso significa humilhar-nos ou admitir a derrota. Pensamos que somos melhores ou mais merecedores do que o ofensor, e que ele deve pagar pelo que fez. Mas a Bíblia diz: “Não sejais sábios aos vossos próprios olhos; temei ao Senhor e apartai-vos do mal” (Provérbios 3:7). O orgulho nos impede de reconhecer a nossa própria necessidade de perdão e de receber a graça de Deus.

A incredulidade. Às vezes, não queremos perdoar porque duvidamos do poder e da promessa de Deus. Pensamos que Ele não se importa conosco ou que Ele não é capaz de nos ajudar. Mas a Bíblia diz: “Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não veem” (Hebreus 11:1). A incredulidade nos impede de confiar em Deus e de esperar o Seu agir.

O medo. Outras vezes, não queremos perdoar porque tememos as consequências. Pensamos que se perdoarmos, vamos perder o nosso valor, a nossa proteção ou o nosso controle. Mas a Bíblia diz: “No amor não há medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo. Ora, o medo produz tormento; logo, aquele que teme não é aperfeiçoado no amor” (1 João 4:18). O medo nos impede de experimentar o amor de Deus e de nos relacionar com os outros.

Como o perdão nos liberta? O perdão nos liberta de várias maneiras:

O perdão nos liberta da culpa. Quando perdoamos, reconhecemos que somos pecadores e que precisamos da graça de Deus tanto quanto o ofensor. Isso nos leva a confessar os nossos próprios pecados e a receber o perdão de Deus, que nos purifica de toda injustiça (1 João 1:9).

O perdão nos liberta da amargura. Quando perdoamos, deixamos de alimentar os sentimentos negativos que nos envenenam e nos afastam de Deus e dos outros. Isso nos permite experimentar a paz e a alegria que vêm do Espírito Santo (Gálatas 5:22-23).

O perdão nos liberta do passado. Quando perdoamos, deixamos de viver presos às lembranças dolorosas que nos impedem de seguir em frente. Isso nos permite olhar para o futuro com esperança e fé, sabendo que Deus tem planos bons para nós (Jeremias 29:11).

O perdão nos liberta para amar. Quando perdoamos, abrimos o nosso coração para receber e dar amor aos outros. Isso nos permite cumprir o maior mandamento de Deus: “Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo” (Mateus 22:37-38).

Conclusão

O perdão é uma das maiores bênçãos que Deus nos dá e nos pede para dar aos outros. Ele nos perdoou de todos os nossos pecados por meio de Jesus Cristo, e nos chama para perdoar aqueles que nos ofendem. Perdoar não é fácil, mas é possível com a ajuda de Deus. Perdoar é importante, pois nos liberta da culpa, da amargura, do passado e para amar. Perdoar é um ato de obediência, adoração e testemunho a Deus. Que possamos ser pessoas que perdoam como Deus nos perdoou, para a Sua glória e para o nosso bem.

👉Gostou do nosso site? Ajude-nos a mantê-lo e melhorá-lo ainda mais!

👉Abençoe-nos com uma oferta via PIX: CPF 02385701421

👉Seja um parceiro desta obra e ajude a espalhar o conhecimento e a palavra de Deus. 

“Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também.” Lucas 6:38

SOBRE O AUTOR:
Josias Moura de Menezes

É formado em Teologia, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Matemática. É especialista em Marketing Digital, Produção Audiovisual para Web, Tecnologias de Aprendizagem a Distância, Inteligência Artificial, Jornalismo Digital e possui Mestrado em Teologia. Atua ministrando cursos de capacitação profissional e treinamentos online em diversas áreas. Para mais informações sobre o autor <clique aqui>.

Compartilhe esta mensagem

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Print
Email

FAÇA NOSSOS CURSOS DE CAPACITAÇÃO A DISTÂNCIA GRATUITOS

Livre

Capacitação em Gestão do Tempo, Planejamento Pessoal e Produtividade – Gratuito

ADQUIRA NOSSAS BIBLIOTECAS DIGITAIS

Show Comments (0)

Deixe uma resposta