Assine nosso site

Receba nossas publicações em seu email.

Junte-se a 8.544 outros assinantes

Estudo das quintas feiras. Aula 05. Tema: Fé que faz a diferença – No Domínio do próprio falar e sabedoria (Tiago 3:1-18)

QUER RECEBER ARTIGOS INFORMATIVOS, ESTUDOS BÍBLICOS, REFLEXÕES, SERMÕES E CURSOS GRATUITOS TODA SEMANA EM SEU WHATSAP?

Entre no grupo do Professor Josias Moura agora e receba todos estes recursos gratuitamente.

Aula 5: Fé que faz a diferença – No Domínio do próprio falar e sabedoria (Tiago 3:1-18)

Introdução:

Neste estudo bíblico, examinaremos a importância de controlar nossa língua e buscar sabedoria de acordo com a carta de Tiago no capítulo 3. Vamos explorar como nossa fé pode fazer a diferença em nossas vidas, quando praticamos o domínio próprio sobre nosso falar e buscamos a sabedoria divina.

I. O poder da língua (Tiago 3:1-6)

Tiago nos alerta sobre o perigo de não controlarmos a nossa língua, que é um pequeno órgão do corpo, mas que tem um grande poder de influenciar e destruir. 

Ele se dirige especialmente aos mestres da palavra de Deus, que devem ter um cuidado maior com o que falam, pois serão julgados com maior rigor. Ele também reconhece que todos nós tropeçamos no falar, e que ninguém é perfeito nesse aspecto. 

Ele usa três ilustrações para mostrar como a língua pode ser comparada a algo pequeno que controla algo maior: o freio na boca dos cavalos, que os faz obedecer ao cavaleiro; o leme dos navios, que os dirige conforme a vontade do piloto; e o fogo, que pode incendiar um grande bosque a partir de uma simples fagulha. Ele diz que a língua é um fogo, um mundo de iniquidade, que contamina a pessoa por inteiro, e que é incendiada pelo inferno. Com essas palavras fortes, Tiago nos mostra a necessidade de vigiarmos o nosso falar, e de buscarmos a ajuda de Deus para domarmos a nossa língua.

Aqui poderiamos tirar algumas aplicações práticas: 

  • Se você tem o dom de ensinar a palavra de Deus, seja fiel e cuidadoso com o que fala, pois você tem uma grande responsabilidade diante de Deus e dos homens. Não use a sua posição para se vangloriar, manipular ou ferir os outros, mas para edificar, instruir e corrigir com amor e humildade.
  • Se você não é um mestre da palavra de Deus, mas é um cristão que fala em nome de Deus, também tenha cuidado com o que fala, pois as suas palavras podem ter um grande impacto na vida das pessoas. Não fale mentiras, fofocas, calúnias, maldições ou palavras vãs, mas fale a verdade em amor, palavras de bênção, encorajamento e edificação.
  • Seja consciente de que a sua língua é um instrumento poderoso que pode ser usado para o bem ou para o mal. Não subestime o efeito das suas palavras na sua vida e na vida dos outros. Lembre-se de que as suas palavras revelam o que há no seu coração, e que elas podem trazer vida ou morte. Peça a Deus que lhe dê sabedoria e graça para usar a sua língua para a sua glória e para o bem do próximo.

II. Domínio próprio no falar (Tiago 3:7-12)

O domínio próprio no falar é uma das evidências de uma vida transformada pelo Espírito Santo. Tiago diz que quem não tropeça no falar é perfeito, ou seja, maduro e completo na sua fé (v. 2). Por outro lado, quem não tem domínio próprio no falar revela uma falta de sabedoria e de coerência com o evangelho (v. 13-18).

Tiago usa duas ilustrações para mostrar a dificuldade de domar a língua: os animais e os elementos da natureza (v. 7-8). Ele afirma que o ser humano é capaz de dominar toda espécie de animais, aves, répteis e criaturas do mar, mas não consegue dominar a sua própria língua, que é um mal incontrolável, cheio de veneno mortífero. Ele também compara a língua com um fogo que incendeia todo o curso da vida e com uma fonte que emana água doce e amarga (v. 5-6, 11).

Tiago usa outra ilustração para mostrar a inconsistência do falar: as árvores frutíferas (v. 12). Ele pergunta se uma figueira pode produzir azeitonas ou uma videira figos. A resposta é óbvia: não. Da mesma forma, uma fonte de água salgada não pode produzir água doce. Tiago aplica essa lógica ao falar humano: com a língua bendizemos o Senhor e Pai e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus (v. 9). Ele diz que isso não pode ser assim, pois é uma contradição e uma ofensa a Deus.

Diante dessas verdades, como podemos ter domínio próprio no falar? Tiago não dá uma receita pronta, mas nos aponta para a fonte da verdadeira sabedoria: Deus. Ele nos ensina que devemos pedir a Deus sabedoria em meio às provações (1:5), reconhecer a nossa dependência dele (4:13-17), confessar os nossos pecados uns aos outros (5:16) e orar uns pelos outros (5:17-18). Além disso, devemos nos espelhar em Jesus Cristo, que é o exemplo perfeito de alguém que falou com graça e verdade, sem pecar (Hebreus 4:15).

Que Deus nos ajude a ter domínio próprio no falar, para que as nossas palavras sejam fonte de bênção e edificação para os outros e para a glória de Deus.

III. A verdadeira sabedoria (Tiago 3:13-18)

A verdadeira sabedoria é um atributo essencial para uma vida cristã autêntica e frutífera. No livro de Tiago, capítulo 3, versículos 13 a 18, o autor aborda a importância do comportamento sábio e distingue entre a sabedoria terrena e a sabedoria do alto.

Em primeiro lugar, Tiago destaca o comportamento sábio (v. 13). A verdadeira sabedoria não se baseia apenas no conhecimento ou na inteligência, mas se manifesta em boas obras e humildade. Aqueles que possuem sabedoria genuína demonstram isso através de suas ações e atitudes, colocando o bem-estar dos outros acima de seus próprios interesses.

Em seguida, Tiago discute a sabedoria terrena (v. 14-16). Esta sabedoria é baseada em inveja, ambição egoísta e rivalidades, o que leva à desordem e a todo tipo de prática maligna. A sabedoria terrena é contraproducente e não agrada a Deus, pois promove a discórdia e a separação entre as pessoas.

Por fim, Tiago apresenta a sabedoria do alto (v. 17-18). A sabedoria celestial é pura, pacífica, amável, compassiva, imparcial e sincera. Essa sabedoria é um reflexo do caráter de Deus e é fundamental para uma vida cristã frutífera. O fruto da justiça é semeado na paz por aqueles que promovem a paz, evidenciando que a verdadeira sabedoria está em harmonia com os princípios do Reino de Deus.

Diante dessas reflexões, somos desafiados a buscar a sabedoria do alto e a aplicá-la em nossas vidas. Ao cultivar a verdadeira sabedoria, somos capazes de tomar decisões sábias, tratar os outros com amor e compaixão, e viver de acordo com os propósitos de Deus.

Para adquirir a verdadeira sabedoria, devemos nos dedicar à oração, à leitura das Escrituras e à comunhão com Deus. Ao fazermos isso, permitimos que o Espírito Santo nos ensine, nos guie e nos transforme, capacitando-nos a viver uma vida sábia e frutífera, honrando a Deus e abençoando aqueles que nos rodeiam.

Conclusão:

Nossa fé pode fazer a diferença em nossas vidas quando dominamos nosso falar e buscamos a sabedoria divina. Devemos estar sempre vigilantes com as palavras que proferimos e buscar a sabedoria celestial que nos orienta a agir com amor, justiça e paz. Através do controle da língua e da busca pela sabedoria divina, nossa fé se fortalece e se reflete em nossas ações e relacionamentos.

👉Gostou do nosso site? Ajude-nos a mantê-lo e melhorá-lo ainda mais!

👉Abençoe-nos com uma oferta via PIX: CPF 02385701421

👉Seja um parceiro desta obra e ajude a espalhar o conhecimento e a palavra de Deus. 

“Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também.” Lucas 6:38

SOBRE O AUTOR:
Josias Moura de Menezes

É formado em Teologia, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Matemática. É especialista em Marketing Digital, Produção Audiovisual para Web, Tecnologias de Aprendizagem a Distância, Inteligência Artificial, Jornalismo Digital e possui Mestrado em Teologia. Atua ministrando cursos de capacitação profissional e treinamentos online em diversas áreas. Para mais informações sobre o autor <clique aqui>.

Compartilhe esta mensagem

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Print
Email

FAÇA NOSSOS CURSOS DE CAPACITAÇÃO A DISTÂNCIA GRATUITOS

Livre

Capacitação em Gestão do Tempo, Planejamento Pessoal e Produtividade – Gratuito

ADQUIRA NOSSAS BIBLIOTECAS DIGITAIS

Show Comments (0)

Deixe uma resposta