Assine nosso site

Receba nossas publicações em seu email.

Junte-se a 8.543 outros assinantes

Estudo das quintas feiras. Aula 06: Conflitos, humildade e dependência de Deus Tiago 4:1-17

QUER RECEBER ARTIGOS INFORMATIVOS, ESTUDOS BÍBLICOS, REFLEXÕES, SERMÕES E CURSOS GRATUITOS TODA SEMANA EM SEU WHATSAP?

Entre no grupo do Professor Josias Moura agora e receba todos estes recursos gratuitamente.

Aula 06: Conflitos, humildade e dependência de Deus Tiago 4:1-17

Objetivo: Aprender com a carta de Tiago como enfrentar e resolver os conflitos, cultivar a humildade e a submissão a Deus, e planejar e depender de Deus no cotidiano.

Introdução:

Os conflitos fazem parte da vida humana e acontecem por diversas razões, desde desejos egoístas até diferenças religiosas, políticas ou culturais. É natural que o ser humano tenha objetivos e desejos que nem sempre se alinham com os dos outros, o que pode gerar confrontos e desavenças. No entanto, é importante que saibamos lidar com os conflitos de forma pacífica e respeitosa, buscando a conciliação e o entendimento mútuo. Alguns conflitos podem ser evitados através do diálogo e da compreensão das necessidades e perspectivas alheias. É preciso estar aberto ao diálogo e disposto a ouvir o outro lado, sem preconceitos ou julgamentos prévios. Muitas vezes, a solução para um conflito está na comunicação clara e na busca de um consenso que atenda a ambas as partes. No entanto, há situações em que o conflito se intensifica e se torna mais difícil de ser resolvido. Nesses casos, é importante buscar ajuda de terceiros imparciais, como mediadores, psicólogos ou até mesmo líderes religiosos. Esses profissionais podem ajudar a trazer uma nova perspectiva para o conflito e auxiliar na busca por soluções justas e equilibradas. Por fim, é essencial lembrar que a violência não é a solução para nenhum conflito. O uso da força e da agressividade só gera mais dor e sofrimento, e não resolve o problema em si. Ao contrário, a violência só gera mais conflitos e desavenças, criando um ciclo vicioso de dor e sofrimento para todas as partes envolvidas. Portanto, é fundamental que aprendamos a lidar com os conflitos com sabedoria, humildade e compaixão, buscando sempre a paz e o bem-estar de todos os envolvidos. Somente assim poderemos construir um mundo mais justo, amoroso e harmonioso para todos.

Tiago nos aconselha a não nos unirmos ao mundo e aos seus valores, pois isso nos tornará inimigos de Deus (Tiago 4:4). O mundo nos oferece prazeres temporários, enquanto Deus nos oferece graça em abundância. Portanto, devemos nos submeter a Ele, reconhecendo nossa dependência e necessidade de perdão. Deus resiste aos arrogantes, mas concede graça aos humildes (Tiago 4:6).

A humildade também implica em submissão a Deus e resistência ao diabo. Tiago nos ensina que devemos nos sujeitar a Deus em todas as áreas da nossa vida, obedecendo à sua vontade e seguindo os seus mandamentos. Ao mesmo tempo, devemos resistir ao diabo e às suas tentações, pois ele foge de nós quando nos opomos a ele (Tiago 4:7). Além disso, devemos nos aproximar de Deus com um coração sincero e arrependido, purificando as nossas mãos e os nossos corações da impureza e da infidelidade (Tiago 4:8).

As causas dos conflitos e como resolvê-los. (Tiago 4:1-12)

Tiago nos ensina que os conflitos são causados pelos nossos desejos egoístas, que nos fazem cobiçar o que não temos, invejar o que os outros têm, e até mesmo matar e guerrear para obter o que queremos (Tiago 4:1-3). Esses desejos nos afastam de Deus e dos outros, pois nos tornam amigos do mundo e inimigos de Deus. O mundo nos seduz com os seus valores e prazeres, mas Deus nos oferece a sua graça. Para receber a graça de Deus, precisamos nos humilhar diante d’Ele, reconhecendo a nossa dependência e a nossa necessidade de perdão. Precisamos também nos sujeitar a Deus e resistir ao diabo, que nos tenta a pecar. Precisamos ainda nos aproximar de Deus com um coração sincero e arrependido, purificando as nossas mãos e os nossos corações da impureza e da infidelidade (Tiago 4:7-10). Além disso, precisamos lidar com os conflitos de forma pacífica e sábia, não falando mal uns dos outros nem julgando uns aos outros. Precisamos respeitar a lei de Deus, que nos ensina a amar o próximo como a nós mesmos. E precisamos reconhecer que Deus é o único juiz legítimo, que pode salvar ou destruir (Tiago 4:11-12).

Esse texto nos mostra como podemos viver em harmonia com Deus e com os outros, evitando os conflitos desnecessários e buscando a paz. Tiago nos convida a examinar os nossos desejos e a submetê-los à vontade de Deus. Ele nos exorta a nos humilhar diante de Deus e a receber a sua graça. Ele nos orienta a nos aproximar de Deus e a resistir ao diabo. Ele nos ensina a falar e agir com amor e sabedoria. E ele nos lembra que Deus é o nosso juiz e o nosso salvador.

Cultivando a humildade e a submissão a Deus. (Tiago 4:13-17)

Tiago nos ensina que devemos planejar e agir de acordo com a vontade de Deus, reconhecendo a sua soberania e o seu amor. Tiago nos alerta sobre a presunção de fazer planos sem considerar a vontade de Deus e a brevidade da vida (Tiago 4:13-14). Ele nos mostra que isso é uma forma de arrogância e de ignorância, pois não sabemos o que acontecerá amanhã, nem temos controle sobre o nosso futuro. Ele nos pergunta como podemos planejar o nosso futuro se nem mesmo sabemos se viveremos até lá. Como você costuma planejar o seu futuro? Você considera a vontade de Deus e a brevidade da vida?

Tiago nos orienta a ter uma atitude correta ao fazer planos, que é reconhecer a soberania de Deus sobre o nosso futuro (Tiago 4:15). Ele nos ensina a dizer: “Se o Senhor quiser, viveremos e faremos isto ou aquilo”. Essa é uma forma de expressar a nossa dependência de Deus e a nossa submissão à sua vontade. Essa é também uma forma de confiar na bondade e na sabedoria de Deus, que sabe o que é melhor para nós. Como podemos reconhecer a soberania de Deus sobre o nosso futuro? Você costuma dizer: “Se o Senhor quiser”?

Tiago nos adverte sobre o pecado de se gloriar dos nossos planos, como se fossem fruto da nossa capacidade e do nosso mérito (Tiago 4:16). Ele nos diz que isso é uma forma de vanglória e de maldade, pois nega a graça e a providência de Deus. Ele nos lembra que tudo o que temos e somos vem de Deus, e que devemos dar graças a ele por tudo. Ele nos adverte também sobre o pecado de omitir o bem que sabemos fazer (Tiago 4:17). Ele nos diz que isso é uma forma de desobediência e de indiferença, pois nega o amor ao próximo e a Deus. Ele nos lembra que devemos fazer o bem sempre que tivermos oportunidade, pois essa é a vontade de Deus para nós. Por que é presunçoso se gloriar dos nossos planos? Qual é o bem que você sabe fazer? Como você pode agir com amor ao próximo e a Deus?

Conclusão: 

Vimos que Tiago 4:1-17 nos ensina como viver de forma sábia e piedosa em meio aos conflitos do mundo. Devemos buscar a humildade e a submissão a Deus, resistindo ao diabo e ao mundo. Devemos também buscar a paz e a reconciliação com os nossos irmãos, falando e agindo com amor. E devemos depender de Deus em todos os nossos planos e ações, reconhecendo a sua graça e soberania sobre as nossas vidas.

Aplicação: Como você pode aplicar os ensinamentos de Tiago 4:1-17 na sua vida pessoal, familiar, profissional, eclesiástica e social? Que mudanças você precisa fazer para viver em harmonia com Deus e com os outros?

Josias Moura de Menezes

É formado em Teologia, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Matemática. É especialista em Marketing Digital, Produção Audiovisual para Web, Tecnologias de Aprendizagem a Distância, Inteligência Artificial, Jornalismo Digital e possui Mestrado em Teologia. Atua ministrando cursos de capacitação profissional e treinamentos online em diversas áreas. Para mais informações sobre o autor <clique aqui>.

Compartilhe esta mensagem

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Print
Email

FAÇA NOSSOS CURSOS DE CAPACITAÇÃO A DISTÂNCIA GRATUITOS

Livre

Capacitação em Gestão do Tempo, Planejamento Pessoal e Produtividade – Gratuito

Livre

Capacitação em Como preparar e transmitir mensagens bíblicas – Gratuito

Livre

Capacitação em Bibliologia – Como a Bíblia chegou até nós – Gratuito

ADQUIRA NOSSAS BIBLIOTECAS DIGITAIS

Show Comments (0)

Deixe uma resposta