Assine nosso site

Receba nossas publicações em seu email.

Junte-se a 8.544 outros assinantes

Estudo para reunião de casais. Tema: Os deveres do marido segundo a Bíblia

QUER RECEBER ARTIGOS INFORMATIVOS, ESTUDOS BÍBLICOS, REFLEXÕES, SERMÕES E CURSOS GRATUITOS TODA SEMANA EM SEU WHATSAP?

Entre no grupo do Professor Josias Moura agora e receba todos estes recursos gratuitamente.

Título: Os deveres do marido segundo a Bíblia

Introdução: O casamento é uma instituição divina que reflete o relacionamento entre Cristo e a igreja (Efésios 5:32). Por isso, Deus estabeleceu princípios e orientações para os cônjuges cumprirem seus papéis e responsabilidades no lar. 

Quando o homem se nega a cumprir com seu papel no casamento, ele pode trazer consequências negativas para si mesmo, para sua esposa, para seus filhos e para sua relação com Deus. Algumas dessas consequências são:

  • Perda da autoridade e do respeito no lar. Se o homem não assume sua posição de cabeça do lar, ele abre espaço para que sua esposa ou seus filhos tomem o seu lugar e desobedeçam às suas ordens. Ele também perde a credibilidade e a confiança de sua família, que pode duvidar de sua capacidade e de seu amor.
  • Conflitos e desentendimentos no relacionamento conjugal. Se o homem não ama sua esposa como Cristo amou a igreja, ele pode magoá-la, desprezá-la ou traí-la. Ele também pode ser amargo, rude ou violento com ela. Isso gera mágoas, ressentimentos e brigas entre o casal, que podem levar à separação ou ao divórcio.
  • Frustração e insatisfação sexual. Se o homem não concede à sua esposa o afeto que lhe é devido, ele pode deixá-la carente, triste ou infeliz. Ele também pode provocar nela a tentação de procurar satisfação em outro lugar. Além disso, ele pode perder o interesse ou o prazer sexual por sua esposa, se envolver em pornografia ou adultério.
  • Falta de provisão e de proteção para a família. Se o homem não cuida dos seus, ele pode colocar em risco a sobrevivência e a segurança de sua família. Ele pode deixar faltar o alimento, o vestuário, a moradia ou a educação de seus dependentes. Ele também pode deixar sua família vulnerável a perigos físicos, morais ou espirituais.
  • Prejuízo na educação e na formação dos filhos. Se o homem não cria seus filhos na disciplina e na admoestação do Senhor, ele pode influenciá-los negativamente com seu mau exemplo ou sua negligência. Ele pode provocar seus filhos à ira, ao desânimo ou à rebeldia. Ele também pode impedir que seus filhos conheçam e sigam a Deus.
  • Interrupção das orações e da comunhão com Deus. Se o homem não vive com sua esposa em uma maneira compreensiva e honrosa, ele pode atrapalhar sua própria vida espiritual. Ele pode desagradar a Deus com seu comportamento pecaminoso ou injusto. Ele também pode impedir que suas orações sejam respondidas ou atendidas por Deus.

Neste estudo, vamos examinar o que a Bíblia ensina sobre os deveres do marido para com sua esposa, seus filhos e sua casa:

  1. O marido deve deixar seus pais e se unir à sua esposa (Mateus 19:5). Isso significa que ele deve priorizar seu relacionamento conjugal acima de qualquer outro laço familiar. Ele deve estar disposto a sair da dependência e da influência de seus pais e formar uma nova família com sua esposa. Ele deve se apegar a ela com amor, fidelidade e compromisso.
  2. O marido deve ser o cabeça e o salvador de sua esposa (Efésios 5:23, 1 Coríntios 11:3). Isso significa que ele deve exercer sua autoridade com sabedoria, amor e respeito. Ele deve liderar sua esposa na fé, na verdade e na santidade. Ele deve proteger sua esposa de todo mal e prover suas necessidades materiais, emocionais e espirituais. Ele deve se sacrificar por sua esposa como Cristo se sacrificou pela igreja.
  3. O marido deve cuidar dos seus (1 Timóteo 5:8). Isso significa que ele deve assumir sua responsabilidade de sustentar sua família com trabalho honesto e diligente. Ele deve prover o alimento, o vestuário, a moradia e a educação de seus dependentes. Ele deve ser um bom administrador dos recursos que Deus lhe confiou. Ele deve ser um exemplo de integridade e generosidade para os seus.
  4. O marido deve amar sua esposa como Cristo amou a igreja (Efésios 5:25). Isso significa que ele deve demonstrar seu amor por sua esposa com palavras e ações. Ele deve elogiá-la, valorizá-la, apoiá-la, ouvi-la, compreendê-la e perdoá-la. Ele deve tratá-la com delicadeza, bondade, paciência e ternura. Ele deve buscar a felicidade e o bem-estar de sua esposa acima do seu próprio.
  5. O marido deve viver com sua esposa em uma maneira compreensiva, dando-lhe a honra como a parte mais frágil (1 Pedro 3:7). Isso significa que ele deve reconhecer as diferenças entre ele e sua esposa e respeitá-las. Ele deve se esforçar para conhecer suas necessidades, seus sentimentos, seus sonhos e seus medos. Ele deve honrá-la como co-herdeira da graça de Deus e como filha do Rei dos reis.
  6. O marido não deve tratar sua esposa com amargura (Colossenses 3:19). Isso significa que ele não deve guardar rancor, ressentimento ou mágoa contra sua esposa. Ele não deve ser rude, grosseiro ou violento com ela. Ele não deve humilhá-la, criticá-la ou desprezá-la. Ele não deve ser egoísta, indiferente ou infiel a ela.
  7. O marido deve conceder à sua esposa o afeto que lhe é devido (1 Coríntios 7:3). Isso significa que ele deve satisfazer os desejos sexuais de sua esposa com amor e pureza. Ele deve ser atencioso, carinhoso e romântico com ela. Ele deve buscar o prazer mútuo e a intimidade no leito conjugal.
  8. O marido não deve privar sua esposa de seu corpo, porque pertence-lhe (1 Coríntios 7:4-5). Isso significa que ele não deve negar-se a ter relações sexuais com sua esposa sem um motivo justo e consensual. Ele não deve usar o sexo como uma arma ou uma barganha em seu relacionamento
  9. O marido deve não provocar seus filhos à ira, mas criá-los na disciplina e na admoestação do Senhor (Efésios 6:4). Isso significa que ele deve educar seus filhos com amor, equilíbrio e firmeza. Ele deve ensinar-lhes os princípios e os valores da Palavra de Deus. Ele deve corrigi-los quando errarem, mas sem exasperá-los ou desanimá-los. Ele deve encorajá-los, elogiá-los e abençoá-los.

Conclusão: Os deveres do marido são muitos e exigem dedicação, renúncia e graça. Ser um bom marido não é fácil, mas é possível pela graça de Deus. Ele não nos deixa sozinhos nessa tarefa. Ele nos dá o seu Espírito Santo, que nos capacita, nos consola e nos guia. Ele nos dá a sua Palavra, que nos instrui, nos corrige e nos inspira. Ele nos dá a sua igreja, que nos apoia, nos aconselha e nos encoraja. Ele também nos promete recompensas eternas se formos fiéis a ele e à nossa família. 

Ele nos garante uma coroa de glória se perseverarmos até o fim. Que possamos ser maridos segundo o coração de Deus e que possamos glorificá-lo em nosso lar. Que possamos amar nossas esposas como Cristo amou a igreja e se entregou por ela. Que possamos cuidar de nossos filhos como o Pai celestial cuida de nós. Que possamos ser uma bênção para nossa família e para o mundo. Amém.

Josias Moura de Menezes

É formado em Teologia, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Matemática. É especialista em Marketing Digital, Produção Audiovisual para Web, Tecnologias de Aprendizagem a Distância, Inteligência Artificial, Jornalismo Digital e possui Mestrado em Teologia. Atua ministrando cursos de capacitação profissional e treinamentos online em diversas áreas. Para mais informações sobre o autor <clique aqui>.

Compartilhe esta mensagem

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Print
Email

FAÇA NOSSOS CURSOS DE CAPACITAÇÃO A DISTÂNCIA GRATUITOS

Livre

Capacitação em Gestão do Tempo, Planejamento Pessoal e Produtividade – Gratuito

Livre

Capacitação em Como preparar e transmitir mensagens bíblicas – Gratuito

Livre

Capacitação em Bibliologia – Como a Bíblia chegou até nós – Gratuito

ADQUIRA NOSSAS BIBLIOTECAS DIGITAIS

Show Comments (0)

Deixe uma resposta